moveideias-usando-a-tecnologia-ao-seu-favor-na-logistica

06 dez Usando a tecnologia ao seu favor na logística

O uso da tecnologia se tornou indispensável nas nossas vidas, e a revolução tecnológica das últimas décadas mudou nosso modo de comunicar e pensar. Hoje, não é raro se deparar com inúmeras ferramentas e utilidades que até pouco tempo eram impensáveis, mas que agora se tornaram essenciais.

No contexto corporativo, a aplicação dessas inovações em favor da logística das empresas — principalmente as de médio e grande porte — é fundamental para mantê-las competitivas no mercado.

No post de hoje, confira 6 dicas práticas para usar a tecnologia ao seu favor na logística:

1. Organize as informações

A troca de informações é muito importante no ambiente do empreendedorismo. Afinal, qualquer processo de gestão precisa, necessariamente, de um bom suporte de tecnologia da informação (TI).

É importante que o empresário consiga determinar quais meios podem realmente colaborar na sua atividade, e que sejam inteligíveis e simplificadas para que o uso consiga dar andamento nas atividades produtivas, gerenciais e de monitoramento.

Com a boa organização das informações das empresas, torna-se mais simples a tomada de decisões críticas.

2. Utilize sistemas interligados

O uso de softwares ou soluções inteligentes e interligadas na empresa pode ser o diferencial estratégico para a otimização de dados como o ERP (do inglês: Sistema de Gestão Empresarial)

Para isso, é necessário buscar uma empresa conceituada no mercado: procure por profissionais que, ao implementar o ERP, consigam identificar quais são os objetivos que o empreendimento almeja para adequar as soluções baseadas aos negócios.

3. Lembre-se da comunicação

Nas empresas de médio e grande porte, as divergências entre a tecnologia da informação e outras áreas é sempre um problema. Enquanto o departamento técnico nem sempre opta pelas possibilidades mais simples, do outro falta conhecimento para explicar um problema.

Nesse contexto, está surgindo um perfil ainda raro no mercado, conhecido como Chief of Digital Officer (CDO). O papel não é de vinculação a TI, tampouco à área de negócios: seu objetivo é ser um catalisador da tecnologia dentro do empreendimento.

O CDO atua no diálogo com o pessoal de vendas, de produtos, de tecnologia, sabendo quais são os distanciamentos que acontecem e as oportunidades em que a empresa poderia inserir no mercado.

4. Aumente a produtividade

Existem determinados dispositivos que são aplicados em reuniões para produção de gráficos e imagens — como projetores de slides, por exemplo — ou que visem à aceleração da comunicação entre as pessoas e o acesso a diversos dados, como tablets, smartphones, entre outros.

Todos esses meios aumentam a facilidade do trabalho, reduzem o tempo de serviço e auxiliam a melhora da produtividade. Procure saber o que está revolucionando a sua área ou atividade corporativa, e não deixe de adotar o que for essencial para o seu negócio.

5. Compartilhe boas práticas

Muitas vezes, os seus funcionários podem ter boas ideias, como aumentar a produtividade ou facilitar os serviços. Então, dialogue e acredite em possíveis potenciais.

O uso de meios como o Google Docs ajuda a compartilhar informações de maneira rápida e até mesmo aplicativos como o WhatsApp auxilia na manutenção de contatos com clientes. Quebrar certos protocolos e dividir o conhecimento valoriza o profissional e melhora o ambiente das empresas.

6. Economize mais

A inovação tecnológica ainda pode trazer economias para o empreendimento. Um exemplo disso é o caso de arquivos feitos em sistemas digitais, que reduzem o gasto com as ultrapassadas impressões de papel. Outro caso é o sistema informatizado que proporciona identificação de processos, diminuindo os custos operacionais.

Assim, a tecnologia usada ao favor da logística pode ser um recurso extremamente eficaz para o aperfeiçoamento da gestão empresarial, definição de estratégias e a conquista de novas oportunidades no mercado.