moveideias_blog_capa_aprenda_a_evitar_4_erros_na_hora_de_calcular_o_custo_do_frete

04 out Aprenda a evitar 4 erros na hora de calcular o custo do frete

Calcular o custo do frete não é uma tarefa tão fácil quanto parece. Qualquer erro pode ter impactos negativos em seu negócio, bem como fazer com que você acabe desperdiçando dinheiro. Por isso, é necessário conhecer as taxas cobradas, os modos de postagem, os prazos e os preços atualizados. O mais comum é que, na hora de programar o frete, muitas empresas acabam cometendo erros triviais, que podem ser evitados com um pouco de conhecimento e muita atenção.

A seguir, vamos mostrar as falhas cometidas e te ajudar a entender o que é preciso mudar para tornar este processo mais produtivo e econômico.

Considere o tamanho do produto no custo do frete

Normalmente, as pessoas calculam o frete com base no peso do produto, mas a verdade é que, em alguns casos, isso pode ser uma verdadeira dor de cabeça, além de causar alguns prejuízos.

Algumas cargas até têm um peso pequeno, mas o tamanho do produto dificulta o frete, já que ele ocupa um volume maior do que o esperado. É o que acontece com móveis e colchões, por exemplo.

Fique atento às especifidades do envio desse tipo de produto, para evitar surpresas na hora de calcular o custo do frete.

Atualize a tabela de preços e de prazos

Outro grande erro cometido na hora de realizar o custo do frete é usar tabelas de preços e prazos que não são atualizadas com frequência. Isso faz com que o seu cliente contrate um serviço por um valor e espere receber suas mercadorias em um determinado prazo. Se uma dessas etapas falhar, é mais provável que esses consumidores procurem empresas que cumpram o que prometem.

Os preços do frete podem sofrer alteração por conta do valor do combustível, dos tributos da mercadoria e até mesmo dos valores de pedágio. Já os prazos podem ser alterados por algum problema na estrada, no número de motoristas ou até mesmo por algum problema de logística.

Confira as taxas adicionais

O ideal é que você conheça bem os locais que têm cobertura adicional e os valores de cada uma das taxas impostas ao frete, atualizando sempre sua tabela e mantendo seu negócio eficaz.

Isso porque, em algumas viagens, são cobradas taxas de dificuldade de entrega e taxas de restrição de trânsito, entre outras, de modo que é importante esclarecer isso ao cliente para ele não se sentir lesado por ter de pagar um pouco mais.

Invista na tecnologia e na automatização de processos

Para conseguir evitar esses erros, é possível usar a tecnologia a seu favor. Com gateways especializados no assunto, você consegue fazer corretamente o cálculo do frete, além de garantir a fatura do serviço conforme acordado previamente.

Plataformas, como a  teuFrete, permitem a gestão de todas as etapas de entrega e oferecem, também, prazos com rastreabilidade para um atendimento mais eficaz do seu e-commerce.

Com o teuFrete, você ainda se conecta a empresas de entregas express e parceiros logísticos. Quer saber mais? Acesse o site e confira as vantagens do uso de um gateway especializado!

Ficou com alguma dúvida sobre os custos do frete? Deixe um comentário e responderemos o mais rápido possível.