moveideias-como-evitar-gargalos-na-entrega-de-pedidos

21 mar Como evitar gargalos na entrega de pedidos?

Já pensou no que impede a sua empresa de crescer? Os gargalos são os fatores que podem estar causando um estrangulamento da capacidade expansiva do seu negócio. Essas barreiras podem frear sua produtividade e suas vendas e até dificultar a entrega de pedidos.

Quer aprender a evitá-los? Então confira o post de hoje:

1. Invista em tecnologia da informação

A entrega de pedidos pode acabar comprometida por uma série de fatores. Extravios de mercadorias, avarias nas encomendas, problemas com o veículo do transporte ou falha na operação são alguns dos problemas que afetam a logística das empresas. E, para contorná-los, você precisa contar com um software de qualidade.

Apostando na tecnologia, você consegue monitorar os pedidos durante todo o caminho da entrega. Assim, se houver qualquer dano ao veículo, qualquer problema na embalagem ou na própria recepção do comprador, a falha pode ser informada no sistema eletrônico e corrigida o mais rápido possível.

Dessa forma, você mantém total controle sobre os itens despachados e acompanha toda a rota do pacote até as mãos do cliente. O consumidor também pode consultar a localização do pedido pelo próprio sistema, firmando sua relação de confiança com a empresa.

2. Cuide da embalagem

Desde a compra do produto, o consumidor fica na expectativa de recebê-lo. Ele espera da empresa um despacho rápido da sua mercadoria e deseja que o pedido chegue dentro da qualidade contratada. Por isso, o empreendedor deve garantir que a encomenda não sofra avarias.

Como vimos, um software ajuda a resolver rapidamente caso haja algum problema com o produto durante o transporte. Mas é preciso garantir a segurança do pacote antes mesmo de ele deixar a empresa.

Ainda no centro de distribuição, é preciso garantir que todas as embalagens estejam bem fechadas e os itens, catalogados. Tudo o que a empresa despacha precisa ser registrado no sistema, a fim de manter o controle do estoque e facilitar o trabalho em caso de trocas ou devoluções.

3. Dê atenção à logística reversa

Por mais que o empreendedor se esforce para fazer a entrega de pedidos dentro do prazo estipulado e dentro do padrão de qualidade desejado pelo cliente, transtornos podem acontecer no processo. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, caso haja insatisfação com o item recebido, o cliente tem 7 dias para solicitar a troca ou fazer a devolução.

Quando essa solicitação acontece, entra em ação a logística reversa. Devoluções e trocas de pedidos não são sinais positivos para a empresa. Por isso, é preciso dar atenção ao processo e torná-lo o mais rápido e eficiente possível, a fim de não perder a confiança do comprador.

4. Busque bons fornecedores

É importante ter fornecedores confiáveis, que cumpram os prazos e entreguem bons produtos. Isso te ajudará a satisfazer seu consumidor final, evitando trocas ou devoluções, o que te forçaria a aplicar a logística reversa e implicaria em custos para a empresa.

5. Faça controle de estoque

É essencial controlar seus estoques. Saiba tudo o que está entrando e saindo do seu inventário e fique atento ao movimento de compra da sua clientela. Você não pode ficar sem os produtos mais vendáveis nas prateleiras, mas também não é recomendado ter estoque excessivo, o que pode gerar perdas, tanto de mercadorias quanto de dinheiro.

6. Tenha organização

Os produtos precisam estar bem armazenados. As prateleiras e os itens devem ser identificados e esses registros devem entrar todos no sistema eletrônico. Mantendo a organização, você só tem vantagens: fica mais fácil localizar os produtos no estoque, separar as encomendas que serão entregues e monitorar todo item que entra ou sai da empresa, garantindo que chegarão em perfeitas condições ao consumidor final.

Os gargalos de logística podem comprometer o funcionamento do seu negócio, mas agora você tem as melhores dicas para contorná-los e elevar o nível da sua empresa.