moveideias-por-que-entregas-especializadas-perderam-mercado-para-motoboys

26 jan Por que entregas especializadas perderam mercado para motoboys?

Nos últimos anos, a entrega por motoboys vem crescendo e ganhando espaço no mercado, fator que levou diversas empresas especializadas no ramo a perderem uma renda significativa.

Essa mudança pode ocorrer por diversos motivos. No artigo de hoje, abordaremos alguns deles e explicaremos melhor cada situação. Continue a leitura e entenda por quê as entregas especializadas perderam mercado para motoboys:

Fiscalização menos rígida

Essa modalidade de entrega pode ser feita tanto por meio de agências de motoboys quanto pela contratação direta do profissional autônomo. Em ambos os casos, principalmente no segundo, a fiscalização não é tão rígida como no caso de entregas especializadas.

Apesar de haver um registro para os motoboys — para que as empresas possam consultar se ele está regularizado —, ainda existe uma grande parte deles que trabalha na informalidade.

Contudo, é preciso ter atenção quando for optar por contratar profissionais autônomos. É importante ter em mente, por exemplo, que há uma lei de responsabilidade compartilhada, que determina que a empresa contratante precisa arcar com danos em casos de acidentes.

Ainda que a burocracia e os custos sejam menores para contratar esse serviço, é preciso ponderar quais são os riscos envolvidos nessa contratação e analisar até que ponto vale a pena assumi-los.

Sindicato menos atuante

Assim como no caso da fiscalização, é possível notar que não há sindicatos fortes atuando pela classe dos motoboys.

Como o objetivo dessas instituições é fortalecer os trabalhadores e buscar condições melhores de trabalho, muitas vezes esses profissionais acabam exercendo a profissão sem muita regulamentação.

Isso faz com que seja possível, dentre outras coisas, oferecer serviços por um custo menor, o que chama a atenção dos clientes e faz com que se ganhe mais mercado.

Utilização de aplicativos

O acesso à tecnologia, aliada ao imediatismo das pessoas, faz com que as empresas tenham de recorrer à adoção de soluções práticas e ágeis para as necessidades dos clientes.

Uma forma de fazer isso é permitir que os clientes utilizem aplicativos para fazer compras, solicitar serviços, realizar pagamentos, entre outras coisas. Com isso, muitas empresas de motoboys resolveram adotar a mobilidade e permitir que a solicitação de um transporte seja feita pelo celular.

Ou seja, isso faz com que apenas alguns cliques — e uma baixa burocracia — sejam suficientes para contratar uma entrega expressa e, dependendo da plataforma, até fazer o pagamento.

Cobrança por corrida realizada

Diferentemente do que acontece com empresas especializadas em entregas, a contratação de motoboys não requer a formalização de um contrato que estabeleça uma relação comercial entre as partes envolvidas no serviço. Dessa forma, os clientes pagam apenas pela corrida realizada, o que permite que o serviço seja utilizado apenas uma vez.

Se, por um lado, essa parece ser uma excelente alternativa, por outro, solicitar os serviços de um motoboy pode causar problemas, haja vista que não existe a definição de regras específicas nessa relação de trabalho.

Isso faz com que o contratante não seja resguardado para casos em que os produtos são danificados ou que acontecem atrasos e extravios na entrega, por exemplo.

Custo reduzido

Como já vimos aqui, as empresas de motoboys ou os profissionais autônomos conseguem oferecer um serviço por um custo menor, se comparado às empresas especializadas.

É preciso ter consciência, no entanto, de que a contratação desse tipo de trabalho pode, muitas vezes, significar a perda da qualidade e da garantia de que o serviço será bem prestado. A expressão popular “o barato pode sair caro” pode representar bem esse tipo de situação.

Rapidez nas entregas

Por tratar-se de uma modalidade de entregas expressas, a promessa é a de oferecer prazos de entrega menores do que o que normalmente é praticado no mercado. Apesar de isso ser um excelente benefício, é preciso tomar cuidado ao usar esse tipo de serviço.

Como não há uma relação trabalhista preestabelecida — sem treinamentos específicos ou o compartilhamento de valores organizacionais —, não há como saber se o motoboy assumirá ou não uma conduta prudente no trânsito.

Esses prazos curtos de entrega podem acabar apresentando um risco, tanto para a integridade do profissional quanto para as cargas, uma vez que a urgência pode estimular a imprudência no tráfego pela cidade.

Entregas fracionadas

Contratar os serviços de motoboys pode ser uma boa alternativa para a realização de entregas fracionadas, principalmente nos grandes centros urbanos, onde o trânsito costuma ser mais intenso.

Essa modalidade garante um tempo menor para a conclusão do transporte, o que atrai os contratantes e aumenta a satisfação de seus clientes. Contudo, vale lembrar que existe um limite de tamanho e peso dos itens transportados. Para entregas maiores, pode ser necessário contratar outra transportadora.

Se a sua empresa precisa de transportar produtos com tamanhos variados, o seu custo pode ser maior quando for utilizar os dois serviços simultaneamente: muitas transportadoras oferecem desconto por volume ou por exclusividade.

Principais desvantagens do serviço de motoboys:

  • A qualidade dos serviços prestados é um dos maiores motivos de reclamações dos clientes;
  • Dependendo da quantidade de envios fracionados, o custo das entregas pode acabar tornando-se mais alto — devido ao número maior de viagens que são necessárias para concluir o processo;
  • Mesmo que a terceirização seja a escolha da empresa para ajudar a evitar encargos trabalhistas, vale lembrar que a Lei de Responsabilidade Solidária faz com que a contratante também seja responsabilizada em caso de danos e acidentes — o que também traz um custo extra, no caso dos autônomos;
  • Há uma menor possibilidade de rastreio e monitoramento do transporte, o que faz com que a contratante fique sem informações até o ato da entrega e, por consequência, não consiga repassá-las a seus clientes.

Como você pode ver, os motivos que, muitas vezes, são apresentados como vantagem para a contratação de motoboys podem não ser suficientes para que essa opção seja, efetivamente, vantajosa.

Ficou claro que esse modelo de negócio não oferece tantas garantias como no caso das empresas especializadas, certo? No momento de contratar um serviço de transporte para a sua empresa, é preciso analisar bem quais são os benefícios e os riscos que ele apresenta.